fbpx

Funcionamento

Como funciona o polígrafo e um teste do polígrafo?

As etapas, fases, passos de um teste do polígrafo. | Detetor de mentirs, maquina da verdade

Teste poligrafo

Funcionamento polígrafo. O polígrafo é um instrumento médico que mede e registra reações fisiológicas emitidas pelo organismo humano. Estas reações são consequência de estímulos apresentados a um examinado. O estimulo mais comum utilizado num teste do polígrafo são perguntas. As reações fisiológicas de um examinado são registradas pelo polígrafo e mais tarde analisadas pelo técnico do polígrafo.

Por quê o ser humano tem reações fisiológicas que dependem da atividade cerebral ou psicológica?

Esta pergunta é importante para poder explicar a base de funcionamento do polígrafo.

O ser humano tem um sistema de defesa natural que se dispara cada vez que se sente em perigo ou existe a percepção de perigo. O sistema nervoso autônomo no momento que percebe esse perigo prepara o nosso organismo para se defender e libera adrenalina no organismo que prepara o nosso organismo para a sobrevivência. Esta defesa se traduz normalmente na fuga, na luta ou congelamos (ficamos imóveis).

Este estado de fuga, luta ou imobilização faz que o nosso organismo experimente alterações. Estas mudanças são entre outras, subida de pressão sanguínea, alteração na respiração e no suor. Estas alterações ou modificações no momento de responder às perguntas apresentadas pelo examinador do polígrafo são medidas e registradas pelo polígrafo e é a base de um teste do polígrafo.

Funcionamento e fases do teste de polígrafo:

  1. Definição do objetivo do teste e explicação do funcionamento do polígrafo
  2. Entrevista sobre o tema a investigar/aclarar
  3. Recolha dos dados fisiológicos com polígrafo
  4. Relatório do resultado e opinião do técnico do polígrafo
    Os passos 1 até 3 são normalmente realizados numa só sessão. Esta sessão que é a de recolha de informação para posterior analise tem uma duração de aproximadamente 60 a 120 minutos, dependendo do caso a tratar.

Durante o teste do polígrafo o sujeito examinado estará sozinho com o técnico do polígrafo, isto é a partir da fase 2. Em ocasiões aonde a situação o requere na fase 1 pode estar presente o patrocinador do teste ou outra pessoa a fim de aclarar e definir o objetivo do teste.

O relatório do teste do polígrafo é entregue depois análise dos gráficos do teste e de provável revisão num processo de controle de qualidade dependendo da empresa, técnico ou entidade.

Os resultados de um teste do polígrafo (em casos específicos) são os seguintes:

Engano detetado

ENGANO NÃO DETECTADO: O examinado era verdadeiro nas suas respostas às perguntas apresentadas sobre o assunto investigado e por isso passou o teste do polígrafo

Engano não detetado

ENGANO DETECTADO: O examinado não era verdadeiro nas suas respostas às perguntas apresentadas sobre o assunto investigado e por isso não passou o teste do polígrafo

INCONCLUSIVO: Os dados recolhidos foram escassos para poder dar uma opinião profissional sobre o assunto investigado.

Para se fazer uma melhor ideia dos passos por favor veja o seguinte video: